terça-feira, 7 de junho de 2011

Horto ou Gtsemani.


Etimologia
Getsêmani apareceu no original grego dos Evangelhos (Mateus 26:36 e Marcos 14:32 como Γεθσημανι (Gethsēmani), nome derivado do aramaico(Gaṯ-Shmānê), que significa "prensa de azeite".[2] O Evangelho segundo Marcos (14:32) o chama de chorion, "lugar" ou "propriedade"; já o Evangelho segundo João (18:1) menciona-o como um kepos, "horto" ou "jardim".

Localização
O jardim identificado como Getsêmani se localiza ao pé do Monte das Oliveiras,[2] no vale do Cédron. Diante do jardim está a Igreja de Todas as Nações, também conhecida como Igreja da Agonia, construída no sítio de uma igreja destruída em 614 pelos sassânidas, e que posteriormente foi reconstruída pelos cruzados e destruída novamente em 1219. Nas proximidades se encontra a Igreja Ortodoxa Russa de Santa Maria Madalena, com suas torres bulbosas douradas, no estilo russo-bizantino, construída pelo czar Alexandre III da Rússia em memória de sua mãe.

Peregrinação
O jardim de Getsêmani foi um ponto focal para os primeiros peregrinos cristãos. Foi visitado em 333 pelo anônimo dito 'Peregrino de Bordeaux', cujo Itinerarium Burdigalense é a primeira descrição deixada por um viajante cristão da Terra Santa, e em seu Onomasticon Eusébio de Cesaréia nota que o sítio do Getsêmani se localiza "aos pés do Monte das Oliveiras", e acrescenta que "os fiéis costumavam ir lá para rezar."

(Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.)

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | free samples without surveys