sexta-feira, 29 de abril de 2011

O que significa a nova era.

INTRODUÇÃO: A Nova Era é uma coleção de sistemas de ensino filosoficos de influência oriental, um amontoado de ensinos, esperanças e expectativas mantidas juntas com um ensino ditorcido de salvação. É uma teologia de ( bem-estar, tolerância universal e relativismo moral ).
Na Nova Era o homem é o centro. Ele é visto como divino, como co-criador, como a esperança de um futuro de paz e harmonia. Uma citação de um representante poderia ser: “Eu sou afetado apenas pelos meus pensamentos. É tudo o que é necessário para a salvação vir ao mundo. Por este simples pensamento qualquer um pode livrar-se de todos os medos.” Acourse in Miracles, The Foundation for Inner Peace, Huntington Station, N.Y. Lesson 228, p. 461.)
Infelizmente, para o MNE o medo do qual eles querem se livrar pode bem ser o da condenação, da convicção do pecado e, por fim, algumas vezes, do cristianismo e dos cristãos. Como o MNE é tolerante como muitas posições teológicas, ele se opõe às “mentes estreitas” do cristianismo que ensinam que Jesus é o único caminho para Deus e que existe uma moral absoluta.

B) O MNE é difícil de definir porque não tem ( hierarquias, dogmas, doutrinas ou membresia ). É uma coleção, ou ajuntamento de diferentes teologias com um fio comum de tolerância e divergência tecendo seu tapete de “verdade universal”.

C) O termo “Nova Era” (New Age) refere-se à Era de Aquário que, de acordo com seus seguidores, está se iniciando. Supostamente trazendo uma promessa de paz, iluminação e reunificação do homem com Deus. O homem é considerado como separado de Deus, não por causa do pecado (Is 59:2), mas devido à falta de entendimento e conhecimento acerca da natureza de Deus e da realidade.

A Nova Era é um sistema religioso com duas crenças básicas: Divindade Evolucionária e Unidade Global.

2) O QUE É DIVINDADE EVOLUCIONÁRIA.

a) É o próximo passo na evolução, que não será física, mas espiritual:
Na sua maior parte, o MNE expõe a evolução, tanto do corpo como do espírito. O homem está em desenvolvimento e logo dará um salto adiante em direção a novos horizontes espirituais. Muitas práticas da Nova Era são desenvolvidas para dar um empurrão em direção a este horizonte. Algumas destas são: a projeção astral, que é o treinamento da sua alma para deixar o seu corpo e viajar por aí; contato com os espíritos para que eles falem através de você ou para guiá-lo; uso de cristais para purificar os sistemas de energia do seu corpo e da sua mente; visualização, onde você usa a imaginação mental para imaginar a si mesmo como um animal, na presença de um ser divino, ou sendo curado de uma doença, etc.

b) Divindade Evolucionária também significa que a humanidade logo verá a si mesma com deus, como o “princípio do Cristo”.
- O MNE ensina que a natureza básica do homem é boa e divina. Isto é o oposto do que a Palavra de Deus diz…
I) Que nós somos pecadores: “Portanto, da mesma forma como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim também a morte sobreveio a todos os homens, porque todos pecaram” (Rm 5:12, NVI).
II) E que a nossa natureza é corrupta: “Outrora todos nós também vivíamos entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne, seguindo os seus desejos e pensamentos. Como os outros éramos por natureza merecedores da ira” (Ef 2:3, NVI).

c) Ensina que, como o homem é divino por natureza, ele então tem qualidades divinas.
Esta é uma parte importante do pensamento do MNE Porque a maioria dos seguidores da Nova Era acreditam que são divinos, acreditam então que podem criar a sua própria realidade. Se, por exemplo, uma pessoa acredita que a reencarnação é verdadeira, então isto é certo porque esta é a sua própria realidade. Se outro, porém, não acredita nela, isto é certo também porque esta seria a realidade dele. Eles podem, cada um, ter as suas próprias realidades “que seguem caminhos diferentes”

d) Em contraste com isto, a Bíblia diz que Deus é o único criador: “Assim diz o Senhor, que te redime, o mesmo que te formou desde o ventre materno: Eu sou o Senhor, que faço todas as coisas, que sozinho estendi os céus e sozinho espraiei a terra” (Is 44:24, ARA).

e) O seguidor da Nova Era que acredita em sua própria divindade e habilidade para criar usurpa a autoridade e posição de Deus. Ele ainda está dando ouvidos às mentiras que o Diabo falou para Eva dizendo que ela seria como Deus (Gn 3:5)

3) O QUE É UNIDADE GLOBAL.

O segundo maior elemento do MNE, é a Unidade Global que consiste em três grandes divisões: Homem com Homem, Homem com a Natureza e Homem com Deus.
I)Homem com homem.
a) O MNE ensina que todos aprenderemos a nos relacionar com a nossa própria divindade com um outro e atingir a harmonia e amor mútuo e aceitação através da realização e aceitação deste conhecimento da sua própria divindade.
- Dentro esta harmonia esperada está a unidade econômica. O seguidor da Nova Era está à procura de um único líder que, com os princípios da Nova Era, guiará o mundo a uma economia única e harmonicamente abrangente.
- Também tem a esperança de que este líder leve a humanidade à unidade espiritual, isto é, a uma religião mundial.
b) A esperança do seguidor da Nova Era é reminiscência das Escrituras que falam da vinda do AntiCristo:
- II Ts 2:3-4, “Ninguém, de modo nenhum, vos engane, porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia e seja revelado o homem da iniqüidade, o filho da perdição, o qual se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus ou é objeto de culto, a ponto de assentar-se no santuário de Deus, ostentando-se como se fosse o próprio Deus..” Veja também Ap 13:17,14:9,11; 16:2; 19:20.
II) Homem com a Natureza.
a) Desde que o MNE diz que Deus é tudo e tudo é Deus, então a natureza também é parte de Deus. O homem deve então, sintonizar-se com a natureza e aprender a cultivá-la e ser cultivado por ela. Ou seja, todas as pessoas podem unir-se.
b) Filosofias dos Índios Americanos são populares entre os seguidores da Nova Era devido ao seu foco na terra, na natureza e no relacionamento do homem com elas.
c) A filosofia da Nova Era geralmente procura misturar estas filosofias que colocam o homem e a natureza em um mesmo nível. Nós não seríamos mais ou menos importantes que nossos primos os animais, pássaros ou peixes. Nós deveríamos viver em harmonia com eles, entendê-los e aprender deles é a filosofia geral da Nova Era.
- Isto é o oposto do ensino da Escritura da superioridade do homem sobre os animais (Gn 1:26-27; 2:19). Isto não significa que o homem deva abusar disso, mas ao homem é dada a responsabilidade de cuidar e ser fiel mordomo da criação de Deus (Gn 2:15). Deus cobrará dos cristãos a responsabilidade pela mordomia daquilo que Ele lhes confiou.
d) Os seguidores da Nova Era têm um nome para a terra: Gaia. Gaia é para ser reverenciada e respeitada. Alguns seguidores da Nova Era adoram a terra e a natureza.
- Isto opõe-se ao ensino da Escritura que diz que não devemos ter qualquer outro deus (Ex 20:3).
III) Homem com Deus.
Desde que o MNE ensina que o homem é divino por natureza, todas as pessoas, desde que elas vejam a si mesmas assim, serão ajudadas em suas unidade de propósito, amor e desenvolvimento. O objetivo é a plena realização da sua própria divindade. É óbvio que isto contradiz as Escrituras, conforme, Rm 3:10-12: “como está escrito: Não, há justo, nem um sequer, não há quem entenda, não há quem busque a Deus; todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem, não há nem um sequer.”

Algumas crenças adicionais do MNE sobre Deus são:
a) Ele (ou Este) é impessoal, onipresente e benevolente — portanto, não condenaria ninguém.
- O deus da Nova Era é impessoal. Um deus impessoal não revelaria a si mesmo nem teria exigências específicas quanto a moralidade, crenças ou comportamento. Por isto, a reencarnação é tão sedutora para eles. Com isto, não há julgamento, existe uma segunda chance, e uma terceira, quarta, …
- Deve-se notar que pelo fato do seguidor da Nova Era elevar a si mesmo a divindade, ele deve diminuir a majestade e personalidade de Deus. Em outras palavras, o universo não é grande o bastante para um verdadeiro Deus, mas é grande o bastante para conter inúmeros pequenos deuses.
b) Não existem absolutos morais para na Nova Era. No entanto, eles pedem para se ter tolerância espiritual para com todos os “sistemas de verdade”. Eles chamam isto de “harmonização”.
- Existe um problema óbvio aqui. Dizer que não existem absolutos morais é um absoluto em si, o que uma contradição. E também, se a moralidade é relativa, então roubar é certo algumas vezes, e também mentir, adulterar, enganar, etc. Viver em um mundo de relativismo moral pode não ser um futuro promissor.
- Seguindo o raciocínio que se a realidade é relativa e a verdade também, então dirigir um carro poderia ser difícil. No fim, se um seguidor da Nova Era pensa que a luz é vermelha e outro pensa que é verde, quando eles colidirem as suas diferentes realidades se chocarão com eles. Isto é uma coisa muito interessante acerca dos seguidores da Nova Era: eles não vivem de acordo com o que eles crêem. Isto, porque, na realidade, o pensamento da Nova Era não funciona.
- O MNE advoga honestidade, integridade, amor, paz, etc. Só que querem isto sem o verdadeiro Deus. Querem fazer estas coisas não nos termos de Deus, mas nos seus próprios.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | free samples without surveys